Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais uma jornada na companhia dos Solas Rotas para descobrir a zona das Lagoas de Bertiandos, próximo de Ponte de Lima. Já tinha ouvido falar de forma bastante positiva desta zona, quer pela beleza das paisagens, quer pela riqueza ambiental. A proposta dos Solas Rotas era conjugar dois percursos: este (o da lagoa) e o percurso da água. Esta conjugação de trilhos é recomendável visto que este percurso da lagoa é relativamente curto (cerca de 1.6 km). As zonas ao longo dos passadiços de madeira são bastante agradáveis, mas imagino que terão outro encanto na altura da primavera.

 

O grupo durante o "briefing".

Passagem junto ao centro de interpretação ambiental das lagoas de Bertiandos.

 PR1, PR3 e PR4 a cruzarem-se por aqui.

Um posto de observação no meio da vegetação.

A caminhada começou com temperaturas bem baixas e o próprio solo estava congelado.

Início da parte dos passadiços de madeira que dão acesso à Lagoa de S. Pedro de Arcos.

A própria lagoa tinha partes completamente congeladas.

O percurso segue sobre as águas.

O sol pouco a pouco ia despertando e aquecendo a manhã gélida.

Nesta altura de fim de outono, a vegetação apresenta um aspeto algo desolador. O melhor será mesmo visitar esta zona na primavera.

Passagem por um posto de observação.

Seguindo sempre por passadiços.

Panorâmica da lagoa de S. Pedro.

A superfície gelada da lagoa.

Campo coberto pela névoa da geada a derreter.

A zona inclui vários percursos pedestres e contempla zonas onde se podem andar de bicicleta, no entanto (e como se percebe facilmente pela sua largura e para proteção da tranquilidade das aves) as zonas de passadiços são proibidas à passagem de bicicletas.

Seguindo um canal.

Passagem numa pequena ponte.

Regresso ao centro de interpretação ambiental.

Mapa esquemático do percurso.

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 1,6 km

Tempo: 30 min (+/-)

Tipo: circular

Dureza física:

Dificuldade técnica:

Beleza do Percurso:

Marcação:

Informações sobre o percurso: site oficial

Outros sites de relevo: n/a

Panfleto oficial: aqui

Trilho GPX: n/a

Ponto positivos: o centro de interpretação ambiental, as zonas da lagoa, as passagens nos passadiços e observatórios de aves.

Pontos negativos: n/a

Autoria e outros dados (tags, etc)

A requalificação urbana de várias cidades portuguesas têm devolvido às populações áreas que lhe estavam muitas vezes vedadas, transformando-as em zonas de lazer e ótimas para atividades ao ar livre. Em Santo Tirso, essa iniciativa teve o mérito de criar o passeio pedonal e ciclista ligando a zona da antiga estação de comboio à parque urbano da Rabada, num percurso com cerca de 1,4 km, bem agradável em dias de sol. Esta sugestão acaba por ser mais de um passeio do que uma caminhada "a sério", mas proporciona sem dúvida um bom momento.

Vista do espelho de água a partir da ponte sobre o rio.

O percurso passando debaixo da ponte.

Vista para uma ramada antiga do outro lado do rio.

Pescadores desportivos ao longo das margens.

Espelhos de água ao longo de todo o trajeto.

O percurso tinha muita afluência de pessoas que por ali andavam a passear em família.

Chegada ao parque da Rabada.

Ao longo do parque podem observar-se várias obras de arte moderna resultado do Simposio Internationnal de Escultura que, de dois em dois anos, recebe artistas de todo o mundo.

Anfiteatro ao ar livre.

Projeto de ampliação do parque com a construção de uma área desportiva, cujas obras estão a decorrer.

Várias obras de arte.

O parque junto às margens do rio.

O início (ou fim) do passeio junto ao parque da Rabada.

"Em 2011, só no distrito do Porto, foram sinalizadas mais de 6000 crianças em perigo"!

O rio com o refloxo do entardecer.

Miradouro sobre o rio.

Os pescadores eram mesmo profissionais!

Santo Tirso à vista.

Vista para o Mosteiro de S. Bento.

Regresso ao ponto de partida.

O percurso termina junto à antiga estação de comboios e a alguns armazéns em ruínas. Pena não continuar mais para além deste ponto. Talvez um dia.

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 4 km

Tempo: 1h (+/-)

Tipo: linear

Dureza física:

Dificuldade técnica:

Beleza do Percurso:

Marcação: não se aplica

Informações sobre o percurso: n/a

Outros sites de relevo: n/a

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: n/a

Ponto positivos: os espelhos de água sobre o rio Ave, o Mosteiro de S. Bento, o parque da Rabada

Pontos negativos: n/a

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Siga o darasola no Instagram

Instagram

Copyrights

A reprodução de todo ou qualquer texto, fotografia ou conteúdo é expressamente PROIBIDA sem autorização por escrito do autor. A reprodução não autorizada é punida por lei. O eventual uso de conteúdos deste blog deve ser SEMPRE acompanhado da referência ao mesmo (de preferência com link). Para contacto: dar.a.sola@sapo.pt

Facebook



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D