Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O percurso dos sete vales suspensos não era totalmente desconhecido para mim, pois já há uns anos atrás tinha percorrido a zona das falésias de Lagoa e já na altura tinha gostado muito da paisagem. Na altura, percorri o litoral entre o Farol de Alfanzina até à capela da Sra da Rocha. O percurso pedrestre marcado que entretanto foi criado liga a praia de Vale Centianes à praia da Marinha, esta última é uma das mais belas praias do Algarve. O percurso segue a linha da costa do alto das falésias e vai cruzando linhas de água, que se despenham diretamente no mar, criando os "vales suspensos" que dão nome ao percurso.

O percurso tem menos de 6 km, mas deslumbra a cada ponto do sobe e desce que leva a cada vale. A vista para a vertigem azul é constante, a vegetação é tipicamente algarvia, com pinheiros e arbustos perfumados. O trilho está bem marcado e foram construídos mobiliário de apoio como bancos e zona de merendas.

Aparecem alguns pontos de interesse especial ao longo do trilho como o farol de Alfanzina, o algar de Benagil, o leixão do ladrão, a praia do Carvalho, a praia de Benagil e a praia da Marinha. 

Vales_suspensos_01.jpg

O início do trilho

Vales_suspensos_02.jpg

Painel informativo

Vales_suspensos_03.jpg

Os arbustos são a vegetação predominante na zona das falésias.

Vales_suspensos_04.jpg

Painel informativo sobre as arribas e a sua flora.

Vales_suspensos_05.jpg

Até existem uns bancos virados para o vale para descansar e apreciar a beleza da paisagem.

Vales_suspensos_06.jpg

Foram criadas estas estruturas em cada vale suspenso. Suponho que terá sido para a segurança, para que não se aceda a áreas de risco.

Vales_suspensos_07.jpg

Um dos vales suspensos.

Vales_suspensos_08.jpg

Seguindo junto à falésia sobre a imensidão azul.

Vales_suspensos_09.jpg

A vista para trás.

Vales_suspensos_10.jpg

Painel informativo sobre os algares e a sua formação.

Vales_suspensos_11.jpg

Chegada ao farol de Alfanzina, onde tinha começado a caminhada em 2007.

Vales_suspensos_12.jpg

Vales_suspensos_13.jpg

A vista sobre uma pequena enseada, sem outro acesso a não ser por mar.

Vales_suspensos_14.jpg

Existe uma área de merendas junto ao percurso.

Vales_suspensos_15.jpg

Vales_suspensos_16.jpg

Painel informativo sobre o cabo Carvoeiro.

Vales_suspensos_17.jpg

Vales_suspensos_18.jpg

Vista para o Leixão dos ladrões.

Vales_suspensos_19.jpg

Vales_suspensos_20.jpg

Painel informativo sobre o leixão.

Vales_suspensos_21.jpg

Mais uma zona de repouso.

Vales_suspensos_22.jpg

Uma vista impressionante para uma caverna natural na falésia, no topo da qual foi construída uma residência.

Vales_suspensos_23.jpg

Vista para a praia do Carvalho.

Vales_suspensos_24.jpg

 

Vales_suspensos_25.jpg

A particularidade desta praia é o facto de ter sido escavado uma escadaria de acesso à praia por um túnel na rocha.

Vales_suspensos_26.jpg

Vales_suspensos_27.jpg

A entrada do túnel de acesso à praia.

Vales_suspensos_28.jpg

Lá ao fundo, o areal da praia.

Vales_suspensos_29.jpg

A vista fantástica para a praia de Benagil.

Vales_suspensos_30.jpg

Vales_suspensos_31.jpg

A entrada superior do algar de Benagil, um local único.

Vales_suspensos_32.jpg

Painel informativo sobre os tomilhais, que formam verdadeiros tapetes perfumados.

Vales_suspensos_33.jpg

Mais um algar rodeado por barreiras de segurança.

Vales_suspensos_34.jpg

Painel informativo sobre os matagais de zimbro.

Vales_suspensos_35.jpg

O zimbro.

Vales_suspensos_36.jpg

Vista para a praia da Marinha e as suas curiosas formações rochosas.

 Vales_suspensos_37.jpg

As falésias foram esculpidas pela erosão.

Vales_suspensos_38.jpg

A praia com os seus leixões que parecem velas de navios.

Vales_suspensos_39.jpg

Vales_suspensos_40.jpg

Painel sobre as geoformas da praia.

Vales_suspensos_41.jpg

A vista para o areal onde termina o percurso.

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 5.7 km (o dobro se fizer ida e volta)

Tempo:  2h (+/- com paragens para fotos e almoço)

Tipo: linear

Dureza física: 2/5

Dificuldade técnica: 2/5

Beleza do Percurso: 5/5

Marcação: 5/5 (em caso de dúvidas basta seguir a linha da costa)

Informações sobre o percurso: n/a

Outros sites de relevo: n/a

Panfleto oficial: aqui

Trilho GPX: n/a

Ponto positivos: a beleza das falésias e praias algarvias

Pontos negativos: n/a

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Instagram


Siga o darasola no Instagram

Instagram

Copyrights

A reprodução de todo ou qualquer texto, fotografia ou conteúdo é expressamente PROIBIDA sem autorização por escrito do autor. A reprodução não autorizada é punida por lei. O eventual uso de conteúdos deste blog deve ser SEMPRE acompanhado da referência ao mesmo (de preferência com link). Para contacto: dar.a.sola@sapo.pt

Facebook



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D