Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 Deixo aqui algumas fotos (atrasadas) da caminhada de aniversário do grupo ANDAR, num percurso que começou na aldeia de Gestoso e nos levou quase ao alto do vidoeiro, uma zona da serra da Freita completamente diferente do resto. O dia começou com bom tempo, passou por uma chuvada intensa que obrigou a sacar das capas de chuva e terminou com um sol que pintou a serra de tons coloridos típicos do Outono. O percurso não marcado levou-nos a percorre os vales poucos conhecidos da encosta sul do alto da Freita, por onde linhas de águas foram rasgando a dureza do granito. Por lá, apenas encontrámos algumas vacas arouquesas, que iam sendo seguidas à distância por um velho pastor. A boa disposição do grupo também é uma constante e alguns elementos foram animando o grupo. Depois de chegar ao alto da serra, iniciámos o regresso por um outro vale, depois de contornarmos o alto do Vidoeiro e termos passado pela casa da florestal que foi restaurada pelo clube de campismo de S. João da Madeira.

Freita_Andar_01.JPG

A vista para sul a partir da aldeia de Gestoso.

Freita_Andar_02.JPG

Uma linha de água que atravessa a aldeia.

Freita_Andar_03.JPG

Um árduo caminho que é percorrido todos os dias pelos habitantes da aldeia.

Freita_Andar_04.JPG

Freita_Andar_05.JPG

A vista para Gestoso

Freita_Andar_06.JPG

Faltou o "corta" no mato.

Freita_Andar_07.JPG

Travessias de linhas de água.

Freita_Andar_08.JPG

Freita_Andar_09.JPG

Freita_Andar_10.JPG

Com o alto do Ramalhoso em frente.

Freita_Andar_11.JPG

A menina dança?

Freita_Andar_12.JPG

Um mar de granito.

Freita_Andar_13.JPG

Freita_Andar_14.JPG

Uma vaca arouquesa no meio da serra.

Freita_Andar_15.JPG

Depois de passado o alto do vidoeiro, iniciámos a descida por entre o bosque denso.

Freita_Andar_16.JPG

Esta zona possui uma plantação única de árvores coníferas, que tornam a atmosfera sombria. Algo de único no planalto da Freita.

Freita_Andar_17.JPG

Encontrámos esta estranha instalação. Não percebemos se seria um alimentador ou uma armadilha. Alguém sabe?

Freita_Andar_18.JPG

Freita_Andar_19.JPG

Refllexos

Freita_Andar_20.JPG

Freita_Andar_21.JPG

Freita_Andar_22.JPG

A chuva fez-se convidada para abençoar o aniversário do Andar.

Freita_Andar_23.JPG

Travessia de uma linha de água que vai alimentar o rio de Frades.

Freita_Andar_24.JPG

Há uns anos, a erosão fez estragos enormes na passagem ali existente. O caminho desapareceu e até a pé a passagem pode ser complicada quando a água é muita.

Freita_Andar_25.JPG

Um bosque de bétulas.

Freita_Andar_26.JPG

O sol voltou a sorrir e intensificou as cores do planalto.

Freita_Andar_27.JPG

Paisagem fantástica.

Freita_Andar_28.JPG

Sinais da erosão do tempo e dos elementos.

Freita_Andar_29.JPG

O grupo a percorrer parte do trajeto do GR28.

Freita_Andar_30.JPG

A casa da florestal que foi recuperada.

Freita_Andar_31.JPG

Chegados ao cruzamento do GR28 e do PR15 iniciámos o regresso a corta-mato.

Freita_Andar_32.JPG

O caminho é por aqui.

Freita_Andar_33.JPG

Fomos descendo o vale até voltarmos a ver Gestoso.

Freita_Andar_34.JPG

Já a chegar à aldeia.

Freita_Andar_35.JPG

De regresso a Gestoso.

Freita_Andar_36.JPG

Mina de água.

Freita_Andar_37.JPG

Pelas ruelas da aldeia.

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 10 km

Tempo: sem registo

Tipo: circular

Dureza física: 2/5

Dificuldade técnica: 2/5

Beleza do Percurso: 3/5

Marcação: n/a

Informações sobre o percurso: n/a 

Outros sites de relevo: n/a 

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: contactar por email

Ponto positivos: as paisagens da serra da Freita

Pontos negativos: a falta de ponto de interesse especiais

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Instagram


Siga o darasola no Instagram

Instagram

Copyrights

A reprodução de todo ou qualquer texto, fotografia ou conteúdo é expressamente PROIBIDA sem autorização por escrito do autor. A reprodução não autorizada é punida por lei. O eventual uso de conteúdos deste blog deve ser SEMPRE acompanhado da referência ao mesmo (de preferência com link). Para contacto: dar.a.sola@sapo.pt

Facebook



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D