Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Varzigueto - Fisgas de Ermelo [Alvão]

por darasola, em 09.05.14

Regresso às caminhadas mais uma vez com o grupo ANDAR, para regressar a uma zona do país de que gosto muito: o parque natural do Alvão, onde se encontra uma das mais impressionantes quedas de água: as fisgas do Ermelo. O objectivo desta caminhada era mesmo esse, ligar a aldeia de Varzigueto ao miradouro das Fisgas do Ermelo. O percurso foi relativamente curto, com cerca de 8 km por caminhos florestais não marcados. O trilho tem essencialmente duas partes: uma descida longa e acentuada e uma subida curta mas muito íngreme. Apesar de já conhecer anteriormente a zona do miradouro, fiquei a conhecer uma perspectiva diferente com vista directa para o "tobogã" natural formado na rocha, algo que não se vê do miradouro "oficial". Contudo, ainda não foi desta que fui às Piocas tomar banho. Acho que terei de voltar mais uma vez ao Alvão. Estou certo que será um prazer.

Ficam as fotos.

À entrada da aldeia de Varzigueto.

Seguindo pela estrada junto à aldeia.

Chegados à ponte sobre o rio Olo, abandonamos o asfalto e seguimos pela margem do rio.

Passando pelo lavadouro existente junto ao rio.

A vista sobre a aldeia de Varzigueto.

O caminho é relativamente fácil e segue o rio, por entre um pinhal de pinheiros mansos.

O topo da queda de água das fisgas.

No horizonte, o monte Farinha com a Sr.ª da Graça no seu topo.

Cruzamos uma estrada alcatroada, para iniciar a íngreme descida.

E que descida...

O dia estava espectacular.

Casa em ruínas.

Chegada à casa florestal da zona do Fojo.

Cruzamento para as fisgas.

Uma singela capela com um aspeto pouco comum.

Depois de almoçar, o grupo dirigiu-se finalmente para o miradouro.

Painel informativo.

A zona do miradouro natural.

As vistas a partir do miradouro com a famosa queda de águas.

Com mais zoom. A primeira vez que vim cá, senti uma certa decepção por não ver grande parte da efectiva queda de água, pois o seu curso está ocultado atrás das rochas e é necessário circundá-la para vê-la de vários pontos.

O início da subida faz-se por este caminho...

... mas rapidamente o abandonamos para iniciar uma dura subida monte acima.

A partir daqui, conseguimos uma perspectiva única sobre a queda de água.

Finalizada a subida pelo monte, alcançámos o caminho por onde tínhamos vindo inicialmente.

A ideia era atravessar o rio por aqui, mas não houve vontade para molhar o pezinho.

O rio ainda levava bastante água e ninguém se mostrou muito interessado.

Encontramos uma passagem improvisada mais a montante que nos pareceu muito mais simples.

O grupo atravessando o rio Olo.

Vista sobre o grupo caminhando ao longo do rio, em direção à aldeia de Varzigueto.

Vista para o rio e a ponte onde passámos no início do percurso.

Passagem pelas ruelas da aldeia de Varzigueto.

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 8 km

Tempo: 4 (+/-) com paragens para almoço e admirar a paisagem.

Tipo: circular

Dureza física:

Dificuldade técnica:

Beleza do Percurso:

Marcação: n/a

Informações sobre o percurso: n/a

Outros sites de relevo: n/a

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: Wikiloc darasola

Ponto positivos: a beleza da serra do Alvão, as fisgas do Ermelo, o rio Olo

Pontos negativos: n/a

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Instagram


Siga o darasola no Instagram

Instagram

Copyrights

A reprodução de todo ou qualquer texto, fotografia ou conteúdo é expressamente PROIBIDA sem autorização por escrito do autor. A reprodução não autorizada é punida por lei. O eventual uso de conteúdos deste blog deve ser SEMPRE acompanhado da referência ao mesmo (de preferência com link). Para contacto: dar.a.sola@sapo.pt

Facebook



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D