Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Ronda da Foia - Monchique

03.11.08 | darasola

De volta ao Algarve e às actividades da Almargem. Desta vez a proposta foi uma caminhada que nos levasse a descobrir a zona mais alta do Algarve, na Serra de Monchique.

No ponto de encontro, a Fóia, o grupo ia aumentando. Pelos vistos há cada vez mais pessoas a participar nas actividades da Almargem.

O algodão... perdão, o marco não engana: 900m!

A foia numa manhã bela e fria de Outubro.

O grupo lá se pôs em marcha seguindo as marcas iniciais de um PR existentes nessa zona.

No horizonte o mar, e à direita da foto, o Autódromo do Algarve que seria inaugurado no fim-de-semana seguinte.

Sempre a descer?! Vamos até ao autódromo?

O grupo em filinha indiana...

... numa zona onde encontrámos muitos cogumelos destes. Acho que são venenosos, mas não tenho certeza. Pelo sim, pelo não é melhor não provar. Todos os cogumelos são comestíveis, mas alguns são apenas comestíveis uma vez!

Chegados à estrada EN 266-3 que atravessámos

Outro marco que não engana.

Junto a esta fonte, o grupo fez uma pausa - a 1ª de muitas - para reagrupar.

Os nossos amigos de quatro patas agradeceram.

Portimão e o Arade no horizonte.

O percurso continuou a descer e depois subimos entre eucaliptos até voltar quase ao cimo

As vistas para a costa Vicentina desde a Serra de Monchique.

Seguimos este caminho a meia encosta durante algum tempo...

... que nos proporcionou paisagens muito bonitas.

Uma porca estava num curral e os leitões andavam a passear.

A mesma paisagem por onde passámos.

Nesse mesmo trilho cruzámo-nos com vários Bttistas que participavam no Raid à Fóia, uma prova com alguma tradição, mas para a qual não estou com treino suficiente (para já).

O grupo parou para almoçar junto à barragem

Uma pequena albufeira bem simpática.

O grupo lá voltou ao percurso seguindo em direcção a Cimalhadas.

O marco geodésico de Cimalhadas ficava lá no alto...

... mas nós fomos descendo.

Vestígios de pica-paus?

Encontrámos esta curiosa gruta, relativamente pequena. Não percebi do que se tratava.

O alto da Foia no horizonte.

O cão andava enganado e queria voltar para trás.

Passámos por dois pequenos lugares, onde encontrámos muitos castanheiros. As pessoas aproveitaram para se abastecer para os magustos.

Pelo caminho, encontrámos este castanheiro centenário. Enorme!

O início da subida final em filinha indiana.

Ainda agora estivemos lá em baixo. Não era mais fácil ter vindo logo por aqui? :-D

O grupo espalhado ao longo da subida, antes de chegar à estrada.

Finalmente chegados ao cimo.

Foi uma caminhada de cerca de 14 km, com paisagens muito bonitas e agradáveis.

Foi bom voltar às andanças algarvias.

O único defeito a apontar foi mesmo o número de paragens para reagrupar que foram muitas e que obrigavam a quebrar muito o ritmo. Percebo que num grupo numeroso não haja alternativa, mas mesmo assim...

Estou impaciente pela próxima.

 

Mais fotos no site Refoias.net

Blogs Portugal