Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Freita - Gestoso - Gestozinho

20.02.13 | darasola

Juntei-me a mais uma caminhada do ANDAR para percorrer uma zona da Serra da Freita que não conheço tão bem, a zona de Gestoso, na encosta sul da serra. O percurso foi o resultado de uma mistura de trilhos no Google Earth e iniciou-se no cruzamento a caminho das Pedras Parideiras, junto ao edifício abandonado do que parece ter sido um antigo refúgio, mas que habitualmente denomino de "paragem de autocarro". Os carros foram chegando e as tropas foram aparecendo num dia em que o sol deu a ar sua graça. Apesar disso, a manhã estava fria e viam-se placas de gelo nas poças de água. Felizmente, os simpáticos membros da organização trataram logo de aquecer os ânimos do grupo, com jeropiga e biscoitos. A malta ficou ainda mais animada para caminhar. Seguindo inicialmente pela estrada, acabamos por seguir um trilho até à aldeia de Covo, aí encontrámos o PR3 de Vale de Cambra - Vereda do Pastor. Seguimos durante algum tempo esse PR, mas a meio da descida até à cascata das estacas, viramos à esquerda (NO) em direção às aldeias. Acabámos por encontrar marcações do PR1 de S. Pedro do Sul, que seguimos em direção à aldeia de Gestozinho. Depois da passagem pelo centro da aldeia, encaminhamo-nos para Gestoso, para seguir pela antiga via romana (?) até ao planalto arouquense, onde reencontrámos o GR28, passando junto à Portela da Anta. Seguindo pelo percurso do GR, voltámos a encontrar os carros no ponto de partida.

Nevoeiro matinal no vale de Arouca (vista na encosta da Freita).

Ponto de encontro.

Nada como aquecer a alma.

Que frio!!!

Nunca soube a razão de existir ali aquela pequena capela.

O vale do Vouga com nevoeiro.

O grupo seguindo inicialmente por estrada.

Abandonando a estrada.

Início da descida para a aldeia de Côvo.

Já perto da aldeia.

Placard do PR3 - Vereda do Pastor.

Campos verdes em socalcos.

O grupo em fila indiana.

Uma manada pelo caminho.

Deixámos a aldeia de Côvo para trás.

Depois de passarmos uma cumeada, iniciamos a descida.

Lá ao fundo, a aldeia da Lomba.

Vista do planalto da Freita (zona de S. Pedro do Sul).

Ali, a erosão deixa marcas...

e (infelizmente) o Homem também...

Seguindo os gigantes de ferro.

Início da descida até encontrar a estrada.

Aqui surgiram as primeiras marcações do PR1 de S. Pedro do Sul.

O grupo a descer até à estrada.

Travessia de um pequeno ribeiro, saltando pelas poldras.

Mini-marcação.

Chegada a Gestozinho.

O PR1 e a sua marcação.

Apesar de ser inverno, a ramada estava cheia de uvas!

Escola primária abandonada, um sinal dos tempos...

Saída da aldeia em direção a Gestoso.

Gestoso à vista.

O caminho encontra-se delimitado por portões, mas basta abrir e fechar para seguir caminho.

A mesma linha de água que cruzáramos antes de chegar a Gestozinho.

Um caminho enlameado que obrigou a alguma ginástica.

O pessoal a tentar não sujar muito as botas.

Linhas cruzadas.

Passagem por Gestoso.

Saindo da aldeia em direção a Arouca.

A antiga calçada (romana?)

Já no percurso do GR28.

Marcações do GR.

A mamoa do local.

O grupo.

Seguindo pelo GR, depois de ter cruzado a zona da nascente do Caima.

O ponto de partida à vista.

11 km bem agradáveis na companhia do grupo andar!

 

Distância: cerca de 11 km

Tempo: 2h (+/-)

Tipo: circular

Dureza física

Dificuldade técnica

Beleza do Percurso

Marcação: (não se aplica)

Informações sobre o percurso: inexistentes

Panfleto oficial: inexistentes

 

Ponto positivos: Serra da Freita e as suas paisagens, vivências das aldeias serranas

Pontos negativos: nada de especial

 

Boas caminhadas

darasola

Blogs Portugal