Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Rotas de Vila do Conde - PR/RL3

29.01.15 | darasola

Depois de realizado o PR/RL1 de Vila do Conde, iniciado na Ponte de D. Zameiro e terminado na Ponte de S. Miguel dos Arcos, iniciei o PR3, que começa justamente nesta última ponte. Este é um pequeno percurso circular com cerca de 6 km, que tem como principais pontos de interesse uma zona de azenha e ponte sobre o rio Este e a Igreja de S. Miguel. O percurso leva a cruzar várias zonas rurais com algumas grandes propriedades, também leva a zonas habitacionais e florestais sem grande interesse.

VLC_RL3_05.JPG

O ponto de partida do percurso coincide com os outros dois percursos PR1 e PR2.

VLC_RL3_01.JPG

Mapa do percurso.

VLC_RL3_04.JPG

O início junto à Ponte de S. Miguel dos Arcos.

 

 

 

VLC_RL3_06.JPG

O trilho começa por estrada e segue pela calçada da rua da Cividade.

VLC_RL3_07.JPG

O caminho para uma imponente casa rural.

VLC_RL3_08.JPG

O percurso passa mesmo diante da casa...

VLC_RL3_02.JPG

e coincide nesta parte inicial com o PR1 local.

VLC_RL3_03.JPG

No entanto bifurca para seguir para o meio dos campos, enquanto o PR1 segue em direção à cividade de Bagunte.

VLC_RL3_09.JPG

Um grande lavadouro público.

VLC_RL3_10.JPG

VLC_RL3_11.JPG

Um painel informativo danificado.

VLC_RL3_12.JPG

O painel é um "leitor de paisagem" apresentando os principais pontos que se podem observar a partir do ponto mais alto do percurso.

VLC_RL3_13.JPG

VLC_RL3_14.JPG

Um painel informativo sobre as azenhas locais.

VLC_RL3_15.JPG

Passagem sobre o rio Este.

VLC_RL3_16.JPG

VLC_RL3_17.JPG

A azenha rodeada de água.

VLC_RL3_19.JPG

VLC_RL3_20.JPG

VLC_RL3_21.JPG

Chegada ao largo da igreja...

VLC_RL3_22.JPG

onde se destaca este imponente solar.

VLC_RL3_23.JPG

Igreja de S. Miguel de Arcos.

VLC_RL3_24.JPG

Sinalética.

VLC_RL3_25.JPG

Pouco depois de cruzar mais algumas estradas locais, voltamos ao percurso do caminho de Santiago e ao ponto de partida: a ponte de S. Miguel dos Arcos.

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 6 km

Tempo: sem registo

Tipo: circular

Dureza física: 1/5

Dificuldade técnica: 1/5

Beleza do Percurso: 2/5

Marcação: 4/5

Informações sobre o percurso: n/a 

Outros sites de relevo: n/a 

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: por contacto

Ponto positivos: Ponte dos Arcos, Azenha sobre o rio Este, Igreja de S. Miguel de Arcos

Pontos negativos: caminhos pouco interessantes

 

Boas caminhadas

darasola

 

Rotas de Vila do Conde - PR/RL1

28.01.15 | darasola

Aquando da caminhada pela Cividade de Bagunte, fiquei curioso com as indicações que encontrei relativamente a três percursos assinalados de Vila do Conde. Os painéis faziam referência a três RL - Rotas Locais - uma designação pouco habitual para os habituais PR. Após fotografar os mapas disponíveis nos painéis informativos, pesquisei um pouco sobre esses trilhos e verifiquei que havia pouca informação disponível online. Foi fácil perceber que era possível fazer os três percursos de uma vez, aumentando um pouco a distância total percorrida, mas isso pode ser uma vantagem para quem gosta de caminhar um pouco mais. Os três percursos encontram-se junto à Ponte de S. Miguel dos Arcos, numa zona bem conhecida para quem já fez o Caminho de Santiago Português, no entanto por uma questão prática, acabei por iniciar este percurso junto à Ponte de D. Zameiro, sobre o rio Ave. O percurso tem alguns pontos de interesse assinalável, embora globalmente o considere como sendo de interesse médio. Desenvolve-se por caminhos rurais e florestais e por estradas secundárias, terminando (no meu caso) junto à já referida Ponte de S. Miguel dos Arcos.

Ficam as fotos com algumas informações extras.

VLC_RL1_01.JPG

Ponte D. Zameiro sobre o rio Ave. Uma ponte deveras impressionante.

VLC_RL1_02.JPG

A sinalética não engana, o Caminho é mesmo por aqui.

VLC_RL1_03.JPG

Em cima da ponte.

VLC_RL1_04.JPG

Vista para as azenhas existentes a jusante da ponte.

VLC_RL1_05.JPG

O edifício estava completamente rodeado de água. Nem consigo perceber como se faz o acesso com este nível de água.

VLC_RL1_06.JPG

A sinalética existente do outro lado da ponte refere este local como sendo comum ao dois percursos - RL1 e RL2 - por isso facilmente se pode começar aqui, percorrer os 3 trilhos (incluindo pois o RL3) e voltar a este ponto.

VLC_RL1_07.JPG

Mapa do percurso RL1

VLC_RL1_08.JPG

A rua da ponte do ave apresenta traços bem pitorescos.

VLC_RL1_09.JPG

Umas alminhas.

VLC_RL1_10.JPG

O PR abandona rapidamente o caminho de Santiago, mas voltaremos a encontrá-lo já perto do final.

VLC_RL1_11.JPG

A capela da N. Sra da Ajuda e a pequena capela do Sr. do Padrão.

VLC_RL1_12.JPG

VLC_RL1_13.JPG

Em Vila Verde, uma referência a artefactos arqueológicos encontrados durante uma escavação à Necrópole de Vila Verde.

VLC_RL1_14.JPG

Em Figueiró de Baixo, uma estranha construção chama a atenção de quem passa. Trata-se do forno de cal da "Casa de Peniche", que era importante no início do Séc. XIX, não só para a construção, mas também para a indústria de curtumes.

VLC_RL1_15.JPG

Passagem sobre a ribeira de Friães.

VLC_RL1_16.JPG

Painel informativo relativo ao forno de cal.

VLC_RL1_17.JPG

O trilho segue por entre campos.

VLC_RL1_18.JPG

VLC_RL1_19.JPG

Cruzamento com a EN309

VLC_RL1_20.JPG

VLC_RL1_21.JPG

VLC_RL1_22.JPG

VLC_RL1_23.JPG

Chegada ao largo de Santana.

VLC_RL1_24.JPG

Painel informativo

VLC_RL1_25.JPG

A vista para o vale do Ave.

VLC_RL1_26.JPG

A capela do Senhor dos Passos.

VLC_RL1_27.JPG

A igreja de Santa Ana.

VLC_RL1_28.JPG

A nascente da fonte junto ao cemitério.

VLC_RL1_29.JPG

Salão paroquial de Bagunte.

VLC_RL1_30.JPG

Uma curiosidade: numa casa junto ao cemitério, um azulejo afixado junto à entrada faz referência à "Santinha" Alexandrina de Balazar, uma localidade próxima.

VLC_RL1_31.JPG

VLC_RL1_32.JPG

Mais paisagens rurais.

VLC_RL1_33.JPG

VLC_RL1_34.JPG

Passagem junto às ruínas da Quinta de Cavaleiros, uma casa erguida entre os séc. XII e XIII.

VLC_RL1_35.JPG

Infelizmente, a vegetação tomou conta do lugar e pouco dá para perceber da estrutura da casa.

VLC_RL1_36.JPG

Passagem debaixo da A7.

VLC_RL1_37.JPG

Passagem em Bagunte, onde se encontra este painel referindo a Cividade existente ali bem perto.

VLC_RL1_38.JPG

O centro interpretativo fica ali ao lado.

VLC_RL1_39.JPG

O PR leva-nos bem perto do início do trilho da Cividade de Bagunte, no entanto os trilhos afastam-se...

VLC_RL1_40.JPG

...mas é possível fazer um pequeno desvio para descobrir essa cividade.

VLC_RL1_41.JPG

Chegada a mais uma propriedade rural.

VLC_RL1_42.JPG

Aqui surgiu pela primeira vez as referências ao PR3, pelo qual acabámos por seguir.

VLC_RL1_43.JPG

Contudo, ainda fomos até à Ponte de S. Miguel dos Arcos sobre o rio Este.

VLC_RL1_44.JPG

Apreciar os reflexos sobre o rio...

VLC_RL1_45.JPG

... e as forças das águas que transbordavam as suas margens.

VLC_RL1_46.JPG

Painel informativo relativo aos três percursos que ali convergem

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 10 km

Tempo: sem registo

Tipo: linear

Dureza física: 1/5

Dificuldade técnica: 1/5

Beleza do Percurso: 2/5

Marcação: 4/5

Informações sobre o percurso: n/a 

Outros sites de relevo: n/a 

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: por contacto

Ponto positivos: Ponte de D. Zameiro, Ponte dos Arcos, Largo de Santana, Quinta de Cavaleiros, Cividade de Bagunte

Pontos negativos: caminhos são pouco interessantes

 

Boas caminhadas

darasola

Passeio das Azenhas nas margens do Rio Ave (Trofa)

04.01.15 | darasola

Inserido numa obra que visa a requalificação das margens do rio Ave no município da Trofa, o Parque das Azenhas acabou envolvido numa polémica local devido à inauguração prematura, pois, por questões aparentemente eleitorais, o município não esperou pela conclusão das obras (que entretanto ficaram paradas) para "abrir" o local à população. Atualmente, alguns acessos surgem vedados e com informação acerca da zona estar em obras, no entanto as população locais frequentam regularmente o local, indiferentes às politiquices que acabaram por manchar uma iniciativa e um local com bastante potencial, isto apesar da poluição do rio.

Com este post, não pretendo de todo incentivar o desrespeito pela sinalização e a informação relativamente ao local, apenas se pretende dar a conhecer o aspeto do local e o seu potencial, ficando à responsabilidade de cada um a decisão de ir, ou não, ao local.

Margens rio Ave Trofa 01.JPG

Aspeto do passadiço junto à azenha existente a meio do percurso.

Margens rio Ave Trofa 02.JPG

Margens rio Ave Trofa 03.JPG

Margens rio Ave Trofa 04.JPG

Noutra zona, o piso é de alcatrão. É visível a falta de manutenção da vegetação do local, o que é compreensível pelo facto do local não estar oficialmente "disponível".

Margens rio Ave Trofa 05.JPG

Margens rio Ave Trofa 06.JPG

Margens rio Ave Trofa 07.JPG

Seguindo para a zona a jusante, alguns passadiços já perderam algumas tábuas (provavelmente fruto das inundações frequentes no rio Ave) e representam perigo para quem ali andar. Recomenda-se prudência.

Margens rio Ave Trofa 16.JPG

Margens rio Ave Trofa 17.JPG

Margens rio Ave Trofa 15.JPG

Margens rio Ave Trofa 08.JPG

Mais adiante, as obras nunca chegaram a realizar-se.

Margens rio Ave Trofa 09.JPG

Margens rio Ave Trofa 10.JPG

O local é frequentado principalmente por pescadores.

Margens rio Ave Trofa 11.JPG

A zona tem bastante potencial. Em dias de bom tempo, as margens do rio são muito agradáveis.

Margens rio Ave Trofa 12.JPG

Margens rio Ave Trofa 13.JPG

Na parte à montante, o percurso termina junto às pontes ferroviárias, uma desativada e outra em funcionamento.

Margens rio Ave Trofa 14.JPG

parque-das-azenhas-site.jpg

Para mais informações, podem clicar na imagem acima para aceder à página do facebook do parque.

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 4km

Tempo: sem registo

Tipo: linear

Dureza física: 1/5

Dificuldade técnica: 1/5

Beleza do Percurso: 2/5

Marcação: n/a

Informações sobre o percurso: n/a 

Outros sites de relevo: n/a 

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: wikiloc

Ponto positivos: as azenhas e a beleza das margens do rio Ave

Pontos negativos: a polémica e o facto das obras estarem abandonadas, com algum perigo

 

Boas caminhadas

darasola

 

Blogs Portugal