Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Fafe - Barragem da Queimadela - PR4

28.03.12 | darasola

Fafe é conhecida entre os caminheiros como uma terra de bons trilhos a descobrir. Apesar de ter ido a Fafe mais do que uma vez, nunca tinha feito nenhum trilho local. como já ouvira falar bastante da Barragem da Queimadela, decidi aproveitar para conhecer a caminhar. Escolhi o PR4, um pequeno percurso de cerca de 3 km, mas o GPS marcou 4 km. Podem encontrar o panfleto da caminhada neste link.

O triho é chamado de trilho verde da marginal por ser um percurso circular à volta da barragem da Queimadela, um fantástico espelho de água.

O dia estava fantástico e desta forma o lago da albufeira era um verdadeiro espelho na água.

Iniciei o percurso junto ao paredão da barragem.

A vista a jusante da barragem.

O paredão e a água a escorrer.

Por aqui surge marcas de dois percursos: o PR4 e o PR11(Trilho dos apanha-pedrinhas)

O trilho surge logo a seguir ao paredão da barragem.

Vista sobre o paredão.

O dia era de inverno, mas só a vegetação nos revelava esse facto. Apesar de algum frio matinal, o sol brindou-nos com um belo dia.

Aqui os dois percurso separam-se. O PR4 segue pelo lado direito e o PR11 pelo lado esquerdo.

O reflexo na água parece uma pintura impressionista.

Pouco depois, o trilho abandona um pouco as margens da barragem e segue por um antigo caminho até um pequeno lugar, onde apenas existem algumas casas.

Belos espigueiros e a respetiva eira.

Sinais do passado.

Gostei da perpendicularidade das linhas das pedras da casa.

O caminho bifurca à direita e abandona este local.

Mais um espigueiro, mas desta vez, um renovado.

O trilho passa a ser relativamente estreito e adquire outro encanto.

Leva-nos à aldeia recuperada do Pontido.

A aldeia do Pontido é uma aldeia turística recuperada, onde tudo foi reconstruído com bom gosto.

Por ali corre o rio Vizela ainda com água límpidas e despoluídas.

Passar pelas ruelas da aldeia é mesmo muito agradável.

Placas informativas sobre o pisão e os seus moinhos.

É possível observar um moinho em funcionamento.

Trilho da saída da aldeia.

O trilho desce ligeiramente numa zona onde o piso é um pouco irregular.

Surge então uma escadaria improvisada para aceder a um patamar mais abaixo onde voltamos a encontrar as margens da barragem.

É possível apreciar uma bela queda de água formada pelo rio Vizela. De verão, o local deve ser propício a banhos.

A partir daqui segui por um passadiço de madeira bastante largo até ao parque de merendas.

Chegada ao parque de merendas.

Ainda e sempre a vista para a barragem.

A água é límpida a ponto de se ver as folhas no fundo.

Mais um ribeiro que vem desaguar à barragem.

É só subir as escadas para abandonar o parque de merendas e chegar à zona do parque de campismo.

Placard informativo com o esquema da barragem.

Por ali também passa o PR1 local. Facilmente se conclui que é uma zona de visita obrigatória deste concelho.

Chegada ao ponto de partida.

Tudo acaba onde começou.

 

Avaliação:

Marcações: Bom

Paisagem: Muito Bom

Dificuldade: Fácil

 

Boas caminhadas

darasola

Blogs Portugal