Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Canais de Rega de Burgães - Vale de Cambra - PR7

27.05.20 | darasola

Depois deste período conturbado criado pela pandemia do Covid-19, em que as recomendações eram para estar em casa, volto a publicar as sugestões de percursos, trilhos, locais e/ou viagens. Voltamos a poder sair de casa e apreciar o ar livre e os tesouros que a natureza tem para nos dar. Mas é bom recordar que deve sempre ser com cuidados especiais pois desconfinar não é relaxar e devemos seguir os conselhos das autoridades para não termos de voltar a passar novamente por esta confusão toda.

Espero que estejam bem e deixo-vos mais uma sugestão de percurso.

Burgães é conhecida em Vale de Cambra e arredores por ser a praia fluvial da cidade, é um pequeno recanto aprazível, onde as águas do rio Caima correm mais ou menos calmas consoante a época do ano. Nesse local, existe uma represa que é normalmente fechada no verão para criar uma mini-albufeira onde as pessoas se podem refrescar no calor do verão.

Canais_Burgaes_VLC_01.jpg

A câmara local criou um percurso pedestre para divulgar esta zona, usando parte da estrutura dos canais de rega existentes no vale do Caima. O ponto inicial foi obviamente a referida praia fluvial onde existe um café de apoio.

Canais_Burgaes_VLC_02.jpg

Existe também um moinho de rodízio.

Canais_Burgaes_VLC_03.jpg

Canais_Burgaes_VLC_04.jpg

Canais_Burgaes_VLC_05.jpg

O percurso abandona a zona da praia fluvial e atravessa a estrada local iniciando a caminhada propriamente dita.

Canais_Burgaes_VLC_06.jpg

Começamos o trilho no meio dos campos agrícolas junto ao rio Caima.

Canais_Burgaes_VLC_07.jpg

Do lado direito do talude onde caminhamos um canal de rega tradicional.

Canais_Burgaes_VLC_08.jpg

Depois de cruzarmos uma zona residencial, encontrámos no lugar de Malhô, a bifurcação do percurso. Nesta zona, inicia-se a parte circular do percurso, e tanto faz ir por um lado como pelo outro, no entanto seguimos a recomendação no painel e fomos pela esquerda.

Canais_Burgaes_VLC_09.jpg

Deparámos então com os canais de rega "a sério", que resultam do aproveitamento hídrico do açude Moreira, que foi originalmente construído para alimentar a Central Hidroelétrica do Caima.

Canais_Burgaes_VLC_11.jpg

Mesmo em zonas intervencionadas, o curso dos canais de rega foi preservado.

Canais_Burgaes_VLC_12.jpg

Muitas zonas do percurso pedestre obrigam a caminhar em fila indiana.

Canais_Burgaes_VLC_13.jpg

Tantos kiwis

Canais_Burgaes_VLC_14.jpg

Por seguir os canais de rega, o percurso desenvolve-se principalmente em terreno plano.

Canais_Burgaes_VLC_15.jpg

Entrámos então na ciclovia urbana partilhada, naquela que é provavelmente a parte menos interessante do percurso.

Canais_Burgaes_VLC_16.jpg

Espelho de água com uma curiosa escultura no centro da rotunda das Regadas.

Canais_Burgaes_VLC_17.jpg

Depois de subir a Avenida Dr. António Fonseca e de passar as escolas, entra-se no Canal de Rega nº 2, que segue a uma cota superior ao Canal nº 1.

Canais_Burgaes_VLC_18.jpg

Nalguns sítios, o canal está coberto pela vegetação...

Canais_Burgaes_VLC_19.jpg

... noutros está devidamente limpo e visível.

Canais_Burgaes_VLC_20.jpg

Vista para os campos em socalcos.

Canais_Burgaes_VLC_21.jpg

Caminhar na linha.

Canais_Burgaes_VLC_22.jpg

Canais_Burgaes_VLC_23.jpg

Canais_Burgaes_VLC_24.jpg

Depois de nos termos afastado do vale do Caima em direção ao centro de Vale de Cambra, voltamos a encontrá-lo com esta vista.

Canais_Burgaes_VLC_25.jpg

Continuamos por uma zona florestal mais densa.

Canais_Burgaes_VLC_26.jpg

Na parte final do círculo, na chegada novamente a Malhô, onde o percurso tinha a bifurcação inicial...

Canais_Burgaes_VLC_27.jpg

retomamos o trilho até voltarmos à praia fluvial.

Este percurso é muito fácil e acessível, com cerca de 8,5 km, não tem praticamente nenhum desnível, à exceção da subida na zona urbana junto às escolas para passar da cota do canal de rega nº1 para o canal nº 2.

Boas caminhadas

darasola

 

Blogs Portugal

1 comentário

Comentar post