Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Pasarela Río Mao - Ribeira Sacra - Parada de Sil - Galiza

14.12.18 | darasola

Os passadiço do Paiva vieram criar uma legião de fãs por esse tipo de percursos em estruturas de madeira: facilitam o acesso e contacto com zonas naturais de interesse. É agora frequente ver publicações em papel e na web a darem a conhecer vários passadiços a descobrir. Também aprecio muito esse tipo de percursos e aproveitei um fim de semana prolongado para conhecer um pequeno passadiço de madeira que existe na Galiza, na zona da Ribeira Sacra.

Para quem ainda não conhece, a Ribeira Sacra é um território que corresponde a alguns municípios das províncias de Ourense e Lugo delimitados pelos rios Sil e Minho, e que deve o seu nome a uma grande concentração de mosteiros e igrejas medievais que por ali foram erigidos há centenas de anos. É uma zona que vale a pena descobrir, com paisagens variadas e distintas, como o Cañon do Sil, cujas arribas fazem lembrar as do Douro internacional perto de Mirandela, ou ainda as vinhas em socalco a fazer lembrar vagamente o Douro vinhateiro.

Nas margens do Cañon do Río Mao, foi construído um pequeno passadiço que não chega a ter 1 km, mas que nos leva a percorrer um vale com vegetação frondosa e verdejante. O percurso inicia-se junto a uma antiga central elétrica desativada que foi reconvertida em Centro de BTT e num albergue para desportos/atividades de natureza (Albergue A Fábrica da Luz). Logo ao lado encontrámos o painel informativo deste circuito da natureza, que prossegue com o PR-G 177 - Ruta Cañon do Rio Mao (16 km circular) para quem quiser continuar a caminhada. Desta vez, apenas estávamos ali para os 900 m (lineares) do passadiço. Chegados ao final do passadiço, ainda prosseguimos até às margens da albufeira e até um pequeno conjunto de casas aparentemente abandonadas, e voltamos pelo mesmo caminho. Garanto que vale bem o desvio para fazer esta pequena descoberta.

Passarelas_Rio_Mao_01.JPG

Indicação na estrada municipal para o caminho de acesso.

Passarelas_Rio_Mao_02.JPG

A "Fábrica da Luz" - albergue e centro de BTT.

Passarelas_Rio_Mao_03.JPG

Indicações para o início do percurso.

Passarelas_Rio_Mao_05.JPG

Mapa/Fotografia aérea do trilho do passadiço.

Passarelas_Rio_Mao_06.JPG

Início do passadiço com o painel do PR-G 177 - Ruta Cañon do Rio Mao.

Passarelas_Rio_Mao_07.JPG

Passarelas_Rio_Mao_08.JPG

Apesar do outono, a vegetação ainda estava verdejante, mas as folhas caídas já começavam a cobrir a madeira.

Passarelas_Rio_Mao_09.JPG

Ao longo do passadiço, encontramos várias placas informativas sobre a flora e fauna envolventes...

Passarelas_Rio_Mao_11.JPG

...como este acima sobre o loureiro.

Passarelas_Rio_Mao_10.JPG

As marcações do PR-G da Galiza.

Passarelas_Rio_Mao_12.JPG

 O percurso decorre quase todo a meia-encosta...

Passarelas_Rio_Mao_13.JPG

... por entre árvores e vegetação.

Passarelas_Rio_Mao_14.JPG

Existem alguma zonas de escadas...

Passarelas_Rio_Mao_15.JPG

... mas nada tão complicado como as escadarias da Garganta do Paiva.

Passarelas_Rio_Mao_16.JPG

Passarelas_Rio_Mao_17.JPG

Tons do outono.

Passarelas_Rio_Mao_18.JPG

A parte inicial do passadiço faz-se toda numa zona de vegetação densa ...

Passarelas_Rio_Mao_19.JPG

... mas sensivelmente a meio do passadiço chegamos a uma zona descoberta, que nos permite observar o vale do Rio Mao.

Passarelas_Rio_Mao_20.JPG

Zizagueando ao longo do percurso.

Passarelas_Rio_Mao_21.JPG

Passarelas_Rio_Mao_22.JPG

As vistas na zona menos arborizada.

Passarelas_Rio_Mao_23.JPG

Passarelas_Rio_Mao_24.JPG

Passarelas_Rio_Mao_25.JPG

Existe um pequeno miradouro para observar o cañon.

Passarelas_Rio_Mao_26.JPG

Olhando para trás para a zona de vegetação mais densa.

Passarelas_Rio_Mao_27.JPG

Um pequeno jogo didático sobre as espécies locais.

Passarelas_Rio_Mao_28.JPG

Passarelas_Rio_Mao_29.JPG

Outra zona de escadas.

Passarelas_Rio_Mao_30.JPG

Já na parte final do passadiço, encontramos novas escadas que nos levam até uma pequena ponte sobre o rio Mao.

Passarelas_Rio_Mao_31.JPG

Do outro lado da ponte, encontramos o painel informativo...

Passarelas_Rio_Mao_32.JPG

... do Sendeiro de A Teixeira, um percurso circular de 13,7 km, mas como não estava nos planos...

Passarelas_Rio_Mao_33.JPG

... voltamos pelo mesmo caminho.

Passarelas_Rio_Mao_34.JPG

Passarelas_Rio_Mao_35.JPG

Ainda seguimos até à zona do rio Sil.

Passarelas_Rio_Mao_36.JPG

Com a descida do nível das águas da barragem existente a jusante, a foz do rio Mao tinha um aspeto algo desolador.

Passarelas_Rio_Mao_37.JPG

Encontramos o painel da continuação do PR-G 177...

Passarelas_Rio_Mao_38.JPG

... e placas de sinalização.

Passarelas_Rio_Mao_39.JPG

Vista para a foz do Rio Mao.

Passarelas_Rio_Mao_40.JPG

A baixa das águas revelou vestígios de construções (alguma aldeia) que outrora existiu junto à foz do rio.

Passarelas_Rio_Mao_41.JPG

Passarelas_Rio_Mao_42.JPG

Mais adiante, ainda encontramos casas mais recentes, mas também elas abandonadas.

Passarelas_Rio_Mao_43.JPG

Decidimos regressar pelo mesmo caminho para podermos apreciar novamente o passadiço, mas numa outra perspetiva.

Passarelas_Rio_Mao_44.JPG

De volta ao miradouro.

Passarelas_Rio_Mao_45.JPG

A vista geral sobre o vale.

 

Blogs Portugal