Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Percurso da Paraduça - PR6 - Vale de Cambra

03.12.17 | darasola

Depois da implementação de 3 percursos pedestres há uns anos atrás, o município de Vale de Cambra voltou a "acordar" para a importância do pedestrianismo e dos percursos pedestres e decidiu criar vários percursos novos para divulgar a riqueza natural do concelho. Foi no âmbito da inauguração do traçado do PR6 que fiquei a conhecer a iniciativa, tal como este novo trilho. O evento teve uma participação numerosa e foram várias dezenas de participantes que acorreram nessa manhã de sábado a esta pequena aldeia perdida na encosta sul da Serra da Freita.

O percurso começa com características essencialmente rurais, por entre campos, e leva-nos a conhecer alguns dos 5 moinhos de rodízio restaurados (moinhos do Cabo, das Bouças, da Cavada, do Burmeiral e do Castelo), que estavam propositadamente abertos para a ocasião. São alimentados pela levada com origem na ribeira da Paraduça. Abandonamos os campos e passamos para as encostas florestais onde os pinheiros altos alternam com zona de matos rasteiros e plantações recentes (de pinheiros também). Chegados ao Ribeiro Escuro, as vistas para as encostas da serra são impressionantes, com destaque para a aldeia da Lomba no seu promontório natural e os vales encaixados da ribeira de Agualva e do rio Teixeira, que corre lá no fundo formando fantásticos poços naturais onde é um prazer mergulhar. Rapidamente voltamos a direcionar-nos para a aldeia, aonde chegamos pelo meio dos campos, passando pelo forno e eira comunitários da pequena aldeia de Agualva.

De referir que este percurso pode ser alterado para duas outras variantes mais pequenas, consoante a opção de cada caminheiro. O PR6 completo tem no total 9,5 km, mas é possível ir apenas até ao Ribeiro Escuro e cortar para o Cabeço Redondo para realizar a variante PR6.1 que totaliza apenas 6.5 km, ou ainda ficar-se pelo percurso em redor da aldeia que se fica pelos 4,6 km. Para todos, é recomendado que se faça no sentido dos ponteiros do relógio.

VLC_Paraduca_01.JPG

Ponto de encontro junto à escola e capela da aldeia.

VLC_Paraduca_02.JPG

Painel do percurso pedestre

VLC_Paraduca_04.JPG

A multidão cheia de vontade de caminhar.

VLC_Paraduca_03.JPG

Atravessando a estrada asfaltada, encontramos a rota com o primeiro moinho.

VLC_Paraduca_06.JPG

VLC_Paraduca_07.JPG

Várias pessoas aproveitaram para conhecer o interior dos moinhos.

VLC_Paraduca_05.JPG

Vista superior para a zona da partida na aldeia.

VLC_Paraduca_08.JPG

Seguindo pelos campos.

VLC_Paraduca_09.JPG

O interior de um dos moinhos em funcioamento com farinha de milho acabadinha de moer.

VLC_Paraduca_10.JPG

VLC_Paraduca_11.JPG

Seguindo junto à levada de água.

VLC_Paraduca_12.JPG

Uma procissão pelos campos acima.

VLC_Paraduca_13.JPG

VLC_Paraduca_14.JPG

Ponto do percurso onde é possível atalhar para a versão do PR6.1.

VLC_Paraduca_15.JPG

Aspeto da paisagem.

VLC_Paraduca_16.JPG

A vista para a encosta da Serra da Freita.

VLC_Paraduca_17.JPG

Zona de plantação recente.

VLC_Paraduca_18.JPG

Ao fundo as aldeias da Lomba e de Agualva.

VLC_Paraduca_19.JPG

Vistas para o vale da ribeira de Agualva.

VLC_Paraduca_20.JPG

VLC_Paraduca_21.JPG

O vale do rio Teixeira.

VLC_Paraduca_22.JPG

No regresso à aldeia.

VLC_Paraduca_23.JPG

Voltamos a entrar pelo meio dos campos.

VLC_Paraduca_26.JPG

Chegámos então à eira comunitária...

VLC_Paraduca_24.JPG

... e ao forno comunitário...

VLC_Paraduca_27.JPG

VLC_Paraduca_28.JPG

... onde pudemos assistir ao processo da confeção da broa de milho.

VLC_Paraduca_29.JPG

VLC_Paraduca_25.JPG

Também fomos presenteados com broa fresca e mel para repormos as forças.

Terminámos todos no ponte de partida junto à escola, onde a associação local tinha preparado sopa à lavrador e carnes grelhadas, que vendiam a um preço simbólico para financiar as suas atividades.

Ficha técnica: 

Distância: 9,5 km (com variantes de 6.5 km e 4.6 km)

Tempo: 2h

Tipo: circular

Dureza física: 2/5

Dificuldade técnica: 1/5

Beleza do Percurso: 3/5

Marcação: 5/5

Informações sobre o percurso

Outros sites de relevo

Panfleto oficial

Trilho GPX

Ponto positivos: forno e eira comunitários, vistas da encosta sul da Serra da Freita

Pontos negativos: poucos pontos de interesse especiais

Blogs Portugal

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.