Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Percurso das salinas tradicionais - PR2 - Castro Marim

20.06.19 | darasola

Logo à saída de Castro Marim, do outro lado da EN 122, encontramos um percurso pedestre muito simples e fácil, mas com vários motivos de interesse em plena Reserva Natural do Sapal de Castro Marim.

O percurso da Salinas Tradicionais leva-nos, tal como o nome deixa antever, a uma caminhada por uma bela área de salinas tradicionais junto ao rio Guadiana. Para além das vistas para o rio e a perspetiva única sobre a ponte internacional do Guadiana que liga Portugal e Espanha, é muito fácil observar as aves que escolhem o local como poiso, sendo por isso um ótimo local para Birdwatching. Mas o mais interessante é sem dúvida as salinas que por ali existem, onde ainda se respeitam as tradições ancestrais dos processos da colheita do sal. É possível observar a safra dos salineiros, por entre os "talhos", utilizando as ferramentas tradicionais para colher o sal, enquanto o sol faz o seu trabalho de evaporação que leva à formação do ouro branco.

Castro_MArim_18.jpg

O percurso é muito pequeno - 2 km - mas é muito fácil inventar mais um pouco e percorrer o labirinto das zonas das salinas.

Castro_MArim_01.JPG

Caminho de acesso à zona do sapal e a vista sobre as muralhas de Castro Marim.

Castro_MArim_02.JPG

Pernilongo em voo.

Castro_MArim_03.JPG

A Ponte internacional do Guadiana numa perspetiva diferente da habitual.

Castro_MArim_04.JPG

No meio do lodo surgem pequenos caranguejos, que se escondem assim que dão conta da nossa presença.

Castro_MArim_05.JPG

Salinas no meio do sapal de Castro Marim.

Castro_MArim_06.JPG

Salinas com as muralhas de Castro Marim em pano de fundo.

Castro_MArim_08.JPG

Pernilongo pousado.

Castro_MArim_09.jpg

Outra salina com um barracão em ruínas. É fácil perceber que a camada superior dos tanques está a cristalizar e a dar origem à flor de sal e ao sal.

Castro_MArim_10.jpg

Parte do percurso pedestre paralelo ao curso do Guadiana.

Castro_MArim_11.jpg

Violeta, verde, azul, castanho... branco. Uma paleta de cores.

Castro_MArim_12.jpg

A sinalética está presente em poucos locais, o que nos pode facilmente levar a enganos no trilho, mas não há nada de mal em "perder-nos" por aqui: cada recanto é uma nova perspetiva.

Castro_MArim_13.jpg

Castro_MArim_14.jpg

A área maior das salinas no percurso.

Castro_MArim_15.jpg

Castro_MArim_16.jpg

Passando pelo meio dos tanques da salina.

Castro_MArim_17.jpg

Boas caminhadas

darasola

 

Blogs Portugal

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.