Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Rota do Megalítico - PR5 - Sever do Vouga

27.02.15 | darasola

O destino de mais uma atividade do grupo ANDAR foi Sever do Vouga, para realizar o PR5, a rota do Megalítico. Trata-se de um percurso de cerca de 9 km em redor da aldeia de Arcas e que evidencia a existência de vários vestígios da pré-história na zona centro do país. Ao longo do trilho ligamos a Anta da Sepultura do Rei, a Anta do Poço dos Mouros e a Anta da Capela dos Mouros, três monumentos devidamente destacados, mas com falta de informação no local (alguns painéis estão nos locais, mas o seu estado de conservação já pouco deixa ver. Para além disso, assinala-se o Santuário de Stª Maria da Serra, uma varanda natural sobre a paisagem em redor, de onde se avista facilmente a ria de Aveiro.

No entanto, o percurso perdeu o encanto que poderá ter tido noutra altura devido aos incêndios que afetaram a zona e que deixaram ainda um ar de desolação ao longo de quase todo o percurso. Grandes áreas foram cortadas, deixando para trás um terreno com ramos e folhagem secas, noutras zonas são as infestantes e o mato a crescer a bom ritmo. Pode ser que o percurso volte daqui a uns anos a ser mais interessante do ponto de vista natural. Vale a pena pelo aspecto cultural e arqueológico, mas fora a passagem pelos locais de interesse arqueológico e o santuário de Stª Maria da Serra, os caminhos não têm grande beleza e interesse.

Ficam as fotos:

 

Megalitico_SVV_01.JPG

Painel informativo...

Megalitico_SVV_02.JPG

... junto à capela da aldeia de Arcas.

Megalitico_SVV_03.JPG

Megalitico_SVV_04.JPG

Início da caminhada que foi feita no sentido dos ponteiros do relógio.

Megalitico_SVV_05.JPG

Uma descida pedregosa.

Megalitico_SVV_06.JPG

As infestantes são as primeiras a recuperar depois de um incêndio.

Megalitico_SVV_07.JPG

A zona ainda não recuperou do grande incêndio do Caramulo em 2013.

Megalitico_SVV_08.JPG

Megalitico_SVV_09.JPG

Megalitico_SVV_10.JPG

Monumento da Tumba do Rei

Megalitico_SVV_11.JPG

Mais em detalhe.

Megalitico_SVV_12.JPG

Painel informativo junto ao local.

Megalitico_SVV_13.JPG

O panorama é bastante desolador.

Megalitico_SVV_14.JPG

Megalitico_SVV_15.JPG

Megalitico_SVV_16.JPG

Sinalética

Megalitico_SVV_17.JPG

Chegada ao Santuário de Stª Maria da Serra.

Megalitico_SVV_18.JPG

Felizmente o local foi poupado ao incêndio e mantém árvores imponentes.

Megalitico_SVV_19.JPG

A vista a partir do local permite alcançar a ria de Aveiro, lá ao longe.

Megalitico_SVV_20.JPG

O grupo junto à varanda natural deste local.

Megalitico_SVV_21.JPG

A capela do local.

Megalitico_SVV_22.JPG

Outra perspectiva da varanda natural,

Megalitico_SVV_23.JPG

Saída do local pela serra abaixo.

Megalitico_SVV_24.JPG

Voltamos a encontrar a serra praticamente despida.

Megalitico_SVV_25.JPG

Chegada ao Poço dos Mouros.

Megalitico_SVV_26.JPG

Aspeto geral do monumento com o grupo.

Megalitico_SVV_27.JPG

O local mais em detalhe.

 

Megalitico_SVV_29.JPG

Outra perspectiva.

Megalitico_SVV_28.JPG

No interior do monumento.

Megalitico_SVV_30.JPG

Passamos do caminho florestal ao caminho empedrado.

Megalitico_SVV_31.JPG

Chegada à casa do guarda florestal...

Megalitico_SVV_32.JPG

... ou melhor, às ruínas da casa do guarda florestal.

Megalitico_SVV_33.JPG

Depois de uma parte do percurso seguir pela estrada de acesso à aldeia de Arcas, entramos novamente nos trilhos e por uma zona campestre.

Megalitico_SVV_34.JPG

Passagem de um ribeiro.

Megalitico_SVV_35.JPG

A partir daqui começou um longa subida, não muito acentuada, mas que foi suficiente para quebrar o grupo.

Megalitico_SVV_36.JPG

Chegada ao último dos monumentos megalíticos: a Anta da Capela dos Mouros.

Megalitico_SVV_37.JPG

Outra perspectiva.

Megalitico_SVV_38.JPG

E mais uma da parte central.

O percurso termina pouco mais adiante, regressando junto à capela da aldeia de Arcas.

 

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 10 km

Tempo: sem registo

Tipo: circular

Dureza física: 3/5

Dificuldade técnica: 2/5

Beleza do Percurso: 2/5

Marcação: 3/5

Informações sobre o percurso: aqui

Outros sites de relevo: n/a 

Panfleto oficial: aqui e aqui

Trilho GPX: por contacto

Ponto positivos: Anta da Sepultura do Rei, Anta do Poço dos Mouros, Anta da Capela dos Mouros, Santuário de Stª Maria da Serra

Pontos negativos: a paisagem desoladora causada pelo incêndio de 2013, alguns caminhos em mau estado devido aos ramos cortados por madeireiros

 

Boas caminhadas

darasola

 

Blogs Portugal