Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Trebilhadouro e Rôge - Vale de Cambra

05.08.16 | darasola

Este percurso não marcado foi realizado durante mais uma atividade do grupo ANDAR. Levou-me a revisitar a aldeia do Trebilhadouro, uma aldeia abandonada cujas casas foram recuperadas para um turismo de aldeia. O local fica na zona oeste da Serra da Freita, entre Arouca e Vale de Cambra. O trilho levou-nos até às gravuras rupestres encontradas a nordeste da aldeia. O trilho segue por um misto de caminhos florestais e rurais, por entre bosque e campos. Por ter sido feito no mês de novembro, as vinhas encontravam-se quase despidas, pois as vindimas já tinham terminado. Passamos pela aldeia de Função, onde fizemos uma pequena pausa no adro da capela da Senhora do Desterro, e seguimos até um dos locais mais bonitos do percurso: a barragem Engº Duarte Pacheco. Essa barragem foi construída entre 1930 e 1940 sobre o Rio Caima para irrigar os campos de Burgães. Espelho de água assim criado proporciona um local belíssimo para relaxar, tendo sido o local escolhido para a pausa almoço. Em seguida, encaminhamos-nos até à Igreja de Rôge, conhecida em especial pelo seu cruzeiro de 1762 e declarado monumento nacional em 1944. Dali regressámos à aldeia, onde pudemos visitar todas as casas, que se encontravam abertas para esse fim. Um percurso de 11 km com vários pontos de interesse para dar a conhecer esta zona de Vale de Cambra.

Ficam as fotos

Trebilhadouro_01.JPG

Trebilhadouro - aldeia de Portugal

Trebilhadouro_02.JPG

Entrada da aldeia.

Trebilhadouro_03.JPG

Uma parte da aldeia.

Trebilhadouro_04.jpg

Trebilhadouro_05.JPG

Trebilhadouro_06.JPG

Na zona das gravuras rupestres.

Trebilhadouro_07.JPG

Aspeto das gravuras

Trebilhadouro_08.JPG

Aspeto das gravuras

Trebilhadouro_09.JPG

Trebilhadouro_10.JPG

Trebilhadouro_11.JPG

Campos de Fuste

Trebilhadouro_12.JPG

Trebilhadouro_13.JPG

Passagem no centro da aldeia de Fuste.

Trebilhadouro_14.JPG

Chegada ao adro da capela da Senhora do Desterro.

Trebilhadouro_15.JPG

Vista frontal da capela de Função.

Trebilhadouro_16.JPG

Cruzamos o ribeiro por entre a vegetação.

Trebilhadouro_17.JPG

O grupo já no lado de lá do rio.

Trebilhadouro_18.JPG

A ponte pedestre para cruzar o ribeiro.

Trebilhadouro_19.JPG

Na aproximação ao espelho de água da barragem Engº Duarte Pacheco.

Trebilhadouro_20.JPG

Trebilhadouro_21.JPG

A passagem sobre a parede da barragem.

Trebilhadouro_22.JPG

Espelho de água.

Trebilhadouro_23.JPG

Trebilhadouro_24.JPG

O grupo na travessia.

Trebilhadouro_25.JPG

A parede da queda de água.

Trebilhadouro_26.JPG

Vista para o dique a poente.

Trebilhadouro_27.JPG

O dique da barragem

Trebilhadouro_28.JPG

O trilho segue por uma pequena ponte de aspeto antigo.

Trebilhadouro_29.JPG

Seguindo as margens do rio Caima.

Trebilhadouro_30.JPG

A referida ponte.

Trebilhadouro_31.JPG

Para chegar até à igreja de Rôge, o trilho segue por uma escadaria pelo meio dos campos.

Trebilhadouro_32.JPG

A escadaria coberta pela videiras.

Trebilhadouro_33.JPG

Chegada à igreja.

Trebilhadouro_34.JPG

Trebilhadouro_35.JPG

A beleza do cruzeiro da igreja de Rôge, monumento nacional.

Trebilhadouro_36.JPG

Trebilhadouro_37.JPG

A vista para os campos e a barragem de onde viemos.

Trebilhadouro_38.JPG

Trebilhadouro_39.JPG

Paragem junto à pequena capela de Sandiães.

Trebilhadouro_40.JPG

Regresso à aldeia de Trebilhadouro.

Trebilhadouro_41.JPG

Seguiu-se a visita ao interior de algumas das casas da aldeia.

Trebilhadouro_42.JPG

Trebilhadouro_43.JPG

Trebilhadouro_44.JPG

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 11 km

Tempo: 4h30 (+/- com paragens para fotos e almoço)

Tipo: circular

Dureza física: 3/5

Dificuldade técnica: 2/5

Beleza do Percurso: 4/5

Marcação: n/a

Informações sobre o percurso:

Outros sites de relevo:

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: n/a

Ponto positivos: aldeia de Trebilhadouro e as suas casas, a barragem Engº Duarte Pacheco, Cruzeiro de Rôge

Pontos negativos: n/a

 

Blogs Portugal

1 comentário

Comentar post