Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

darasola

Percursos pedestres, caminhadas, pedestrianismo, trekking, trilhos, aventuras, viagens, passeios e descobertas!

Trilho da natureza: entre o Cávado e o Atlântico - PR2 - Esposende

18.04.15 | darasola

Este percurso do concelho de Esposende percorre a margem sul do estuário do rio Cávado, e inicia-se junto à localidade de Fão e integra a área do Parque Natural do Litoral Norte. A parte do percurso que segue junto ao Cávado é de especial interesse e beleza, é igualmente uma zona muito procurada pelo birdwatching (ainda consegui ver um guarda-rios a patrulhar a zona). A vegetação é típica das zonas intermédias de sapal onde a água doce e salgada coabitam. O percurso faz-se nessa zona por passadiços de madeira até chegarmos à restinga do rio Cávado, a língua de areia que separa o rio do mar e que protege a cidade de Esposende da fúria do Atlântico. A partir daí, o percurso converge para sul mesmo pela areia da Praia. Infelizmente a pressão imobiliária também se fez sentir nesta zona e as vivendas estão praticamente em cima do rio e da Praia. O caso extremo é o das torres de Ofir, uns mastodontes construído em cima da areia e que, fruto do avanço do mar e dos rigores dos invernos, se encontram agora praticamente em cima da rebentação. Já foram feitos várias intervenções para tentar conter os avanços do mar, mas é evidentemente uma luta perdida. O percurso volta então a virar para a zona central de Fão e leva-nos a descobrir a singular capela da Sra. da Bonança, junto da qual existem as ruínas do Facho da Bonança, uma antiga atalaia. A partir daí segue-se pela estrada até encontrar o curioso cemitério medieval das Barreiras, um local arqueológico de outros tempos que está praticamente engolido pelas residências. Este percurso é bastante fácil e leva-nos a local muito agradáveis, pelo que recomendo bastante que o descubram.

Ficam as fotos:

Fao_01.JPG

O local do início do percurso: o clube náutico de Fão.

Fao_02.JPG

Uma entrada para o rio.

Fao_03.JPG

Vista sobre a velha ponte que liga Fão a Esposende.

Fao_04.JPG

Esposende em frente.

Fao_05.JPG

Fao_06.JPG

Início do trilho.

Fao_07.JPG

O percurso tem marcações bastante visíveis, no entanto estava em reformulação quando o percorri, pelo que o uso do GPS foi essencial.

Fao_08.JPG

Início da zona do passadiço.

Fao_09.JPG

Fao_10.JPG

Sinalética com painéis informativos do Parque Natural do Litoral Norte.

Fao_11.JPG

Paisagem no local.

Fao_12.JPG

Fao_13.JPG

Fao_14.JPG

Mapa da área do Parque Natural do Litoral Norte.

Fao_15.JPG

Cansado?

Fao_16.JPG

Posto de observação de aves.

Fao_17.JPG

As vistas

Fao_18.JPG

O passadiço segue junto às casas.

Fao_19.JPG

Umas curiosas rampas permitem o acesso das casas ao rio.

Fao_20.JPG

Fao_21.JPG

Seguindo o Cávado.

Fao_22.JPG

O trilho deixa a margem do rio e segue por uma ruela.

Fao_23.JPG

Até alcançar uma nova zona de passadiços.

Fao_24.JPG

Fao_25.JPG

Fao_26.JPG

O promontório é um fantástico miradouro sobre toda a área envolvente.

Fao_27.JPG

A vista para a restinga do rio Cávado, a linha de areia que separa o mar do rio.

Fao_28.JPG

Embora já não faça parte do PR, é possível continuar por passadiços até junto do rio.

Fao_29.JPG

Esposende em frente.

Fao_30.JPG

Fao_31.JPG

O percurso segue então para o areal da praia.

Fao_32.JPG

Segue-se em direção a sul pela praia fora.

Fao_33.JPG

As marcações não enganam.

Fao_34.JPG

Não deixes mais do que as tuas pegadas...

Fao_35.JPG

Quase a chegar às torres de Ofir.

Fao_36.JPG

Uma cebola?

Fao_37.JPG

Fao_38.JPG

O mar quase a chegar a esta casa.

Fao_39.JPG

Como foi possível deixar que construíssem estas torres numa zona tão sensível.

Fao_40.JPG

O homem a tentar lutar contra o mar, já se sabe quem vai vencer.

Fao_41.JPG

O percurso não segue por aqui, mas não consegui resistir e ver o que fizeram para tentar proteger esta duna.

Fao_42.JPG

Capela da Sra. da Bonança.

Fao_43.JPG

As ruínas do facho da Bonança.

Fao_44.JPG

Os dois edifícios ficam lado a lado num meio de um belo pinhal.

Fao_45.JPG

Outra perspectiva do pinhal.

Fao_46.JPG

Fao_47.JPG

As campas do cemitério medieval das Barreiras.

Fao_48.JPG

Ficha técnica: 

Distância: cerca de 7 km (com algumas alterações ao percurso oficial)

Tempo: sem registo

Tipo: linear

Dureza física: 1/5

Dificuldade técnica: 1/5

Beleza do Percurso: 3/5

Marcação: 3/5

Informações sobre o percurso: C.M. Esposende

Outros sites de relevo: n/a

Panfleto oficial: n/a

Trilho GPX: GPSies C.M. Esposende

Ponto positivos: o rio Cávado, a foz do rio e a paisagem, a praia e o pinhal de Ofir, a Sra. da Bonança, o Facho da Bonança, o cemitério medieval das Barreiras.

Pontos negativos: as marcações estavam em reformulação na altura em que fiz o percurso pelo que o GPS é essencial.

 

Blogs Portugal